Qual a melhor forma de levar dinheiro para o Exterior ?


Qual é a melhor forma de levar dinheiro para minha viagem ? 
Quais são as opções eu tenho ? 

Fiz um resumo de prós e contras e uma opinião minha no final para ajudar a você entender um pouquinho mais de cada uma forma de dinheiro que você pode usar na sua viagem e pode fazer sua decisão.

Enjoy:

Dinheiro vivo:

Prós:
  • O dinheiro vivo torna mais fácil o controle de gastos, porque você sabe exatamente quanto tem em mãos
  • É importante ter dinheiro em espécie, pois você pode precisar dele no primeiro dia, pegar um ônibus, um táxi, fazer uma refeição.
  • Caso seu cartão de crédito ou débito não funcionem, um pouco de dinheiro vivo pode "salvar" seu dia.
  • Caso você não tenha familiaridade com a língua inglesa,  assim não é preciso se preocupar em retirar dinheiro em caixas automáticos em outro país.
  • Barraquinhas, vendedores de rua, artista de rua,  na maioria das vezes, só é possível pagar em dinheiro.
  • Com a grana na mão, você não corre o risco de perder dinheiro com uma eventual desvalorização do real até o fim da sua viagem.

Contras:
  • Segurança. Caso você perca ou seja roubado, as chances de você ter uma grande dor de cabeça durante sua viagem será grande.
  • Quando você vai trocar seu "Real" em uma casa de câmbio ou agência autorizada, você tem que olhar as taxas, pois eles aplicam taxas diferentes, além disso é cobrada uma alíquota do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) sobre a transação.
  • A compra é feita na cotação “turismo” (dólar-turismo, euro-turismo), que é significativamente mais cara do que a cotação comercial

Travel Cheques

Na minha opinião o  cartão VTM (Visa Travel Money) oferece a mesma segurança e ainda  é muito mais fácil de transportar e de acessar o dinheiro quando comparado com o travel cheque.

Prós:
  • Em caso de perda ou de roubo dos cheques você ainda consegue retirar o dinheiro através de um número de série.
  • Eles não possuem data de validade.
  • Caso você volte para o Brasil com Travel Cheques que não foram usados, você pode facilmente trocar eles por dinheiro no Brasil.
Contras:
  • Em alguns países e cidades os cheques não são amplamente aceitos e você pode ter problemas para trocá-los.
  • Dependendo do estabelecimento uma alta comissão pode ser cobrada para trocar seu cheque por dinheiro.


Cartão de débito Tradicional

Prós:
  • A conveniência de usar o mesmo cartão de débito do Brasil da mesma forma no exterior.
  • Cotação do câmbio feita na hora da retirada do dinheiro e não no fechamento da fatura como no cartão de crédito.
Contras:
  • O funcionamento do cartão de débito do Brasil no exterior ainda não é perfeito e se você só depende dessa forma para ter dinheiro no exterior, você pode acabar tendo problemas.


Cartão de crédito

Prós: 
  • Praticidade.
  • Aceito na maioria dos estabelecimentos.
  • Em caso de perda ou roubo, é muito fácil bloquear e solicitar outro cartão.
  • O cartão também é interessante para quem participa de programas de milhagem e quer acumular pontos com os gastos feitos no exterior.
Contras: 
  • A conversão do valor é feita baseada no câmbio do dia de fechamento da fatura e não no dia da compra.
  • Diferente do Brasil, quando você faz a compra no Cartão de Crédito aqui não divide o valor, vai tudo em uma parcela só.

Visa Travel Money

A opção mais nova para levar dinheiro em viagens são os cartões pré-pagos. O funcionamento é simples: antes de viajar, você carrega o cartão com o valor que quiser e, quando estiver viajando, pode usá-lo para pagamento direto ou para sacar dinheiro em caixas eletrônicos. No Brasil, o único tipo no mercado é o Visa Travel Money (VTM), que pode ser feito em algumas casas de câmbio e agências de viagem
A recarga do VTM é feita com base no câmbio do dia, o que permite que você saiba exatamente quanto tem de crédito. Como não é preciso ter conta corrente para fazer um cartão pré-pago, até mesmo crianças podem ter um. Também não é preciso pagar nenhuma taxa de adesão ou anuidade. Apenas saques em caixas eletrônicos são cobrados - os valores são determinados por cada emissora e em geral não passam de $2.5 dólares por saque.

Prós:
  • Fácil de transportar.
  • Aceito em qualquer estabelecimentos ou caixa automático que trabalhe com Visa ou Visa Plus.
  • A Conversão de moeda é feita na hora em que for usada.
  • Pode ser recarregado sem custos quantas vezes for preciso.
  • Pode ser recarregado sem custos mesmo quando você estiver no exterior.
Contras:
  • Em alguma raríssima exceção o cartão pode não ser aceito.
  • Não pode ser feito compras pela internet ou telefone.

DICA DO LEANDRO CALDAS: 

A melhor maneira que eu acho é uma mistura entre dinheiro em espécie + Cartão de crédito + Visa Travel Money.

Sempre que saio, levo pelo menos 2 maneiras diferentes, dinheiro para pequenas emergências e mais algum de minha preferência na ocasião, mas sempre evito de levar grandes quantias de dinheiro por questão de segurança mesmo sendo muito tranquilo aqui.
Mas é claro que isso é questão de preferência, você tem que saber qual é a melhor maneira que você acha de administrar seu dinheiro, e qual é o que mais combina com o seu tipo de viagem. Faça um balanço entre as vantagens e desvatagens e faça sua escolha. O Poder é de vocês hehehehehe.

Abraços e qualquer dúvida : leandrocaldas@gmail.com

3 comentários:

Anônimo disse...

Minha dica
Faço viagens constantes para o exterior e a melhor opção é.

-Dinheiro vivo + cartão de débito internacional ( melhor Santander)cobra os mesmos IOF do cartao VTM e depois cartão de crédito para compras que dão milhas.
Tenho o VTM só para caso de urgencia, para evitar ainda mais problemas é escolher primeiramente bandeira Visa ao invés do Mastercard, do que dizer do American express então?(se tiver na Asia vc vai se dar mal).
O ATM parece mais barato MAS..... o dolar é o turismo e tem limitação de saque, por exemplo só pode SACAR A CADA 200 DOLARES e se quiser 400 tem que usar 2 VEZES E PERDER 5$ NESSA BRINCADEIRA. SE USAR PARA FAZER COMPRA, TEM TAXAS DE 10% ou seja, uma piada!

Leandro Caldas disse...

Ótima dica, procurarei fazer o teste e ver se economizo também, muito obrigado pela dica!

Anônimo disse...

Estou indo para NY e fiz o cartão pré-pago Mastercard Cash Passsaport (da travelex), a compra evidentemente é dólar turismo e uma taxa de 0,38% nas compras. Evita o IOF de 6%.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...